Hábitos alimentares saudáveis na melhor idade

0 Flares 0 Flares ×

A alimentação nessa fase da vida se torna diferente das demais etapas. A terceira idade geralmente chega trazendo algumas mudanças para o corpo, o envelhecimento vem acompanhado de uma série de mudanças hormonais, metabólica e na atividade do dia-a-dia, o que pode significar menor gasto de energia e maior acúmulo de gorduras no corpo afetandodiretamente a necessidade de nutrientes.

Nessa fase da vida, olfato e paladar ficam progressivamente comprometidos. É comum a pessoa na terceira idade se desinteressar por doces e salgados. A produção de saliva diminui, surgem dificuldades na mastigação e deglutição, que causam impacto significativo na quantidade e qualidade da ingestão do alimento, a digestão fica mais lenta, há maior acúmulo de gases (flatulência), maior risco de doenças crônicas como diabetes, obesidade, hipertensão, Mal de Parkinson, certos tipos de câncer o que pode levar a restrições alimentares, que associadas ao uso de alguns medicamentos, reduzem o apetite ou interferem na absorção de vitaminas e minerais.

Outro fator de atenção é a redução da mobilidade que dificulta a compra e o preparo de alimentos e, às vezes, até o ato de se alimentar. Os cuidados devem começar na aquisição dos alimentos, observando o prazo de validade, o armazenamento e a conservação adequados. Ainda no preparo das refeições, o processo de higiene pessoal e do ambiente, incluindo os utensílios a serem utilizados, reduzem o risco de contaminações.

Mas é bom lembrar que essas mudanças vão depender bastante do estilo de vida que a pessoa na melhor idade adotou até agora (e também da tendência genética que ela herdou dos pais). Se ela manteve hábitos saudáveis, com certeza vai ser mais fácil envelhecer com qualidade de vida.

Abaixo listamos algumas dicas para ajudar a manter a saúde e a vitalidade nessa fase da vida:

  • Castanha do Pará e cereais integrais como o arroz integral, a aveia e o trigo contêm zinco, importante para aumentar a sensibilidade do paladar e estimular o apetite;
  • Evite alimentos preparados com farinha branca como o pão francês, as bolachas refinadas e o arroz branco, isso pode melhorar a digestão e prevenir a flatulência;
  • Mantenha-se distante do açúcar! Tanto ele quanto os produtos refinados aumentam o risco de diabetes;
  • Coma mais frutas, verduras e legumes de todas as cores e tipos diferentes. A variedade oferece diferentes nutrientes o que pode evitar as deficiências nutricionais, situação comum nessa fase da vida;
  • Diminua a quantidade das refeições mas coma mais vezes ao dia. Isso ajuda a dar a sensação de fome e aumenta o apetite;
  • Reduza o sal e os produtos artificiais que contém sódio (como molhos e caldos artificiais, adoçantes à base de ciclamato de sódio ou de sacarina sódica). Para temperar, prefira as ervas naturais;
  • Consuma fontes naturais de cálcio (gergelim, brócolis, folhas verde-escuras, linhaça) e de magnésio (grãos de bico, banana, gergelim, castanha do pará). Não deixe de tomar sol, todos os diaspelo menos 15 minutos por dia, até 10h da manhã ou após 16h; ele ajuda o corpo a produzir vitamina D, que facilita o aproveitamento do cálcio dos alimentos;
  • Para evitar aterosclerose e doenças cardiovasculares, prefira gorduras “do bem”, elas estão presentes na linhaça, no azeite extra virgem, nas castanhas e amêndoas.
  • Beba muita água! Ela hidrata, facilita o trabalho do intestino e dos rins, entre muitas outras vantagens;
  • Mastigue com calma, várias vezes pois facilita a digestão.
  • A Atividade física orientada por um profissional da área faz bem pro corpo e pra mente;
  • Alegre-se! Isso dá um bem-estar enorme e a saúde agradece.
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email 0 0 Flares ×

Postagens Relacionadas