Desintoxicar o organismo é preciso

0 Flares 0 Flares ×

10827097_xxlDietas muito restritivas podem até funcionar momentaneamente, mas há longo prazo são as dietas saudáveis que vão estimular o bom funcionamento do organismo e manter o peso desejado.

Algumas pessoas ao chegar à reta final do processo de emagrecimento estacionam no ponteiro da balança e os quilinhos finais parecem quase impossíveis de perder. Nesta fase o ideal é que essa pessoa passe por um processo de detoxificação por no máximo sete dias promovendo dessa forma limpeza ao corpo, em especial ao estômago, rins e intestino eliminando os chamados xenobióticos que nada mais são as toxinas, melhorando consideravelmente a absorção de nutrientes, vitaminas e minerais resultando no emagrecimento e facilidade de manter o peso adquirido.

Nessa fase é necessário o consumo de alimentos que auxiliam na proteção do fígado como é o caso da couve e da cebola. Esse órgão é responsável por eliminar as toxinas que tem afinidade com células adiposas e em excesso elas aumentam o armazenamento de gordura, principalmente na região abdominal. Já o intestino, a medida mais eficiente ainda é o consumo de fibras, o que promoverá saciedade além de nutrir a flora intestinal com bactérias “do bem”. Quando o intestino não está legal, a barreira não está saudável, os xenobióticos entram em maior número na corrente sanguínea com isso o sistema imune passa a produzir substâncias que podem aumentar a gordura corporal e a compulsão por doces.

No cardápio da semana detox alimentos como o gengibre, tomates orgânicos, abacaxi, abóbora japonesa, couve, cebola, melão, castanhas, couve-flor, banana, grãos, cenoura, maracujá, berinjela, melancia, damascos, aspargos, nozes, pera, canela, brócolis, maçã, lentilhas, brotos entre outros não podem faltar.

Fique atento ao seu objetivo e invista em ideias simples e viáveis para o seu dia a dia: Alimentos com múltiplas funções e novos hábitos alimentares.

 

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Google+ 0 Email 0 0 Flares ×

Postagens Relacionadas